Programa Coraçãozinho é destaque em prêmio do Conselho Nacional de Justiça

O Programa Coraçãozinho foi destaque na classificação geral em premiação promovida pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). O reconhecimento veio em resposta ao trabalho de tratamento de crianças cardiopatas em Alagoas, que é apoiado pelo programa Criança Alagoana (Cria), por meio da Secretaria Estadual de Saúde (Sesau).

O prêmio analisou 40 projetos inscritos de todo o Brasil e tem como objetivo disseminar as boas práticas de promoção e proteção de direitos da primeira infância. A comissão de avaliação analisou as ações inscritas levando em conta critérios como replicabilidade, custos de implementação, alcance social, inovação, eficácia e eficiência. O programa de Alagoas ficou na 7ª colocação.

Histórico

O Programa Coraçãozinho foi implantado em 2015, de forma interinstitucional, envolvendo o Governo do Estado, por intermédio da Sesau, Defensoria Pública, Poder Judiciário, Maternidades, Hospital do Coração de Alagoas e a Casa do Coraçãozinho.

Desde então foram realizadas mais de 7.200 consultas com cardiopediatras; 7.000 ecocardiogramas cardiopediátrico; mais de 380 cirurgias cardíacas pediátricas; mais de 180 procedimentos ercutâneos terapêuticos em cardiopatias congênitas e mais de 7.000 crianças atendidas no projeto Coração de Estudante.

Este avanço nos cuidados com crianças cardiopatas possibilitou a realização de cirurgias de crianças em Alagoas, reduzindo custos com a assistência cardiopediátrica, uma vez que todo o tratamento era custeado pela Sesau fora de Alagoas. Além das cirurgias, que eram financiadas pelo Governo do Estado.

Ascom – 19/11/2019

(Visited 1 times, 1 visits today)