Produtores rurais aprendem técnicas de inseminação artificial de bovinos

O Centro de Capacitação da Secretaria da Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura (Seagri), no Parque Mair Amaral, em Batalha, sedia mais uma edição – a última deste ano – do curso de Inseminação Artificial em Bovinos para pequenos produtores rurais e estudantes. As aulas teóricas e práticas encerram-se nesta sexta-feira (23), com a entrega de certificados aos participantes.

A capacitação, que faz parte das ações da Seagri, é uma iniciativa do Governo de Alagoas e tem como finalidade o melhoramento genético de rebanhos, ensino e doações de sêmen, equipamentos e materiais para a inseminação.

Como destaca o secretário da Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura, Henrique Soares, a capacitação visa promover a difusão de genética diferenciada entre os animais dos pequenos produtores rurais, e que vai resultar em aumento da produtividade de leite.

“Essa iniciativa do Governo, além de dar a oportunidade aos pequenos produtores de uma formação técnica, melhora o rebanho e sua produtividade”, explica o secretário Henrique Soares.

Aléfi Eduardo Bonfim, de Jundiá, trabalha numa propriedade rural e aproveitou o curso para aprender a técnica de inseminação artificial em bovino e aplicar em sua atividade na fazenda Tucano. “Aprender nunca é demais e o curso vai agregar com meu trabalho”, reconhece.

Como informa o coordenador do curso, Luiz Gustavo Santos, zootecnista da Seagri, em 2018 a capacitação já beneficiou 150 pessoas, entre pequenos produtores e estudantes. “O curso tem 40 horas, com duração de uma semana e traz benefícios para os participantes”.

Ministrado pelo médico veterinário Rogério Madeiro, o curso tem duas etapas: a parte teórica, sobre as vantagens da inseminação artificial, características do sêmen cuidados e manuseio com o botijão criogênico; e a parte prática, com os animais criados no parque.

Crislane Moura, aluna do curso de Zootecnia da Ufal Campus Arapiraca, uma das participantes da capacitação, afirma que se identifica muito com a área de produção e pretende ser multiplicadora do que vai aprender com as aulas. “Além do melhoramento genético do rebanho, melhora a produtividade e a renda dos pequenos produtores”.

Integram a comissão do curso de Inseminação Artificial em Bovinos, Gustavo Santos, Rogério Madeiro, Maria Leda, José Matias e Milton Pereira.

Ascom – 22/11/2018

(Visited 1 times, 1 visits today)