Ônibus da empresa Veleiro continuam sem circular em Maceió

O Gerenciamento de Crise da Polícia Militar foi acionado para negociar com os trabalhadores da empresa Veleiro e membro do Sindicato dos Rodivários em Maceió durante mais um dia de paralisação das atividades, nesta terça-feira (21).

Um grupo de trabalhadores denunciou que estão sendo impedidos de voltar ao trabalho pelo Sindicato, que continua impedido a saída dos veículos da garagem da empresa. Em entrevista a Rádio Gazeta, o grupo disse que está sendo perseguido pelo próprio Sindicato, que foi acusado de ter travado “uma guerra pessoal” com a Veleiro.

A empresa vem enfrentando uma série problemas, que segundo ela, é ocasionado por uma crise financeira. Os trabalhadores haviam paralisado suas atividades na última sexta-feira (17) depois que a empresa não efetuou o pagamento dos salários e outros benefícios relativos ao mês de dezembro.

Ontem foi realizada uma audiência de conciliação no Ministério Público do Trabalho (MPT), mas nenhum acordo foi formado diante da ausência de representantes da empresa. Segundo o Sindicato, o intuito agora é realizar uma assembleia para saber se os trabalhadores querem voltar ao trabalho.

Somente os ônibus de 15 linhas que circulam em Maceió estão parados.

21/01/2020

(Visited 1 times, 1 visits today)