Mutirão de Cirurgias: mais de 740 pessoas passam por procedimentos em dois meses

Após triagens realizadas no Benedito Bentes, Vergel do Lago e Clima Bom, o Programa Mutirão de Cirurgias, da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), havia realizado 746 procedimentos até segunda-feira (3). Do total de intervenções realizadas, 235 ocorreram em dezembro do ano passado, 434 em janeiro e 77 nos três primeiros dias de fevereiro.

A realização dos procedimentos, que estão ocorrendo no Hospital da Mulher Drª Nise da Silveira, no bairro Poço, em Maceió, prossegue até que todos os usuários agendados sejam atendidos. No total, já foram marcadas 1.815 cirurgias, sendo 835 no Mutirão de Triagem realizado no Benedito Bentes; 413 no Vergel do Lago e 567 no Clima Bom.

No Benedito Bentes, foram contempladas 579 mulheres, 219 homens e 37 crianças. Já no Vergel, as mulheres foram 294, os homens 112 e as crianças sete. Na III etapa, realizada no Clima Bom, 387 mulheres tiveram suas cirurgias agendadas, 148 homens e 32 crianças.

Beneficiada – Entre as contempladas pelo Mutirão de Cirurgias Eletivas encontra-se a autônoma Antônia Martins Costa, de 47 anos, moradora do bairro Benedito Bentes, que foi submetida a uma cirurgia para retirada do útero. Segundo relatou, há cinco anos convivia com muitas dores na região abdominal e, durante o período menstrual, chegava a ter muitas hemorragias, o que a deixava debilitada.

Além disso, os constantes enjoos e as intensas dores no estômago quando fazia qualquer esforço físico, estavam impedindo que ela realizasse os trabalhos domésticos. Em julho do ano passado, ao fazer um ultrassom, a médica informou que ela estava com mioma e que precisava retirá-lo o mais rápido possível.

“Não tenho nem palavras para agradecer. Primeiramente, agradeço a Deus e, depois, a toda equipe médica do programa Mutirão de Cirurgias e do Hospital da Mulher. As pessoas são muito educadas, gentis e carinhosas”, elogiou, enquanto se recuperava do procedimento cirúrgico.

Reduzir filas – Segundo o secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres, o Mutirão de Cirurgias Eletivas segue cumprindo o seu cronograma de reduzir o tempo de espera, além de buscar zerar as filas em Alagoas.

“Os alagoanos precisam de um serviço que lhes assegure, de forma célere, o agendamento destas cirurgias. E é justamente isso que está acontecendo. A quarta etapa do programa está prevista para ocorrer em Arapiraca”, anunciou o secretário.

04/02/2020

(Visited 1 times, 1 visits today)