Moro recebe prêmio de ‘Pessoa do Ano’ e é alvo de protestos

O juiz federal Sergio Moro recebeu, na noite desta quarta-feira (15), em Nova York, o prêmio de “Personalidade do Ano” entregue pela Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos.

A honraria é concedida anualmente, desde 1970, a uma personalidade brasileira e outra norte-americana. No evento, o empresário e ex-prefeito de Nova York Michael Bloomberg também foi premiado. O responsável pela Operação Lava Jato foi recebido por cerca de 60 manifestantes aos gritos de “golpista”, “vergonha”, “Moro salafrário”, “juiz partidário”, com faixas com os dizeres “Lula livre”.

No entanto, durante seu discurso de quase 20 minutos no Museu da História Natural, em Manhattan, ele afirmou que sua premiação legitima a luta contra a corrupção no Brasil. “Este prêmio também significa que o setor privado no Brasil e nos Estados Unidos apoia o movimento anticorrupção brasileiro e isso faz uma grande diferença”, disse Moro. Para o juiz federal, a democracia não está em risco no Brasil, informa o Terra.

“Há riscos de retrocesso, mas não acredito que eles ocorrerão. Os Estados Unidos podem apostar no Brasil como nós apostamos”, acrescentou.

A edição deste ano contou com a presença de cerca de 800 líderes de empresas internacionais, financeiras e diplomáticas. Todo o evento é financiado com a venda de mesas e com o apoio de patrocinadores.

Moro foi escolhido para receber o prêmio em fevereiro de 2017, depois de ser considerado uma das personalidades de 2016 pela revista “Time”. A prestigiada premiação também já foi concedida a outras personalidades como os ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso e Bill Clinton. No ano passado, o eleito foi o ex-prefeito de São Paulo e atual pré-candidato ao governo do Estado, João Doria, que também compareceu na cerimônia.

16/05/2018

(Visited 1 times, 1 visits today)