Detran debate utilização de etilômetros nas operações Lei Seca em Alagoas

O Departamento Estadual de Trânsito de Alagoas (Detran/AL) participou nessa terça-feira (15), em Brasília, de uma audiência pública na Comissão de Viação e Transporte da Câmara dos Deputados, que teve como principal propósito discutir a utilização dos etilômetros nas operações Lei Seca, um assunto de muito impacto e relevância para os Detrans de todo o país.

Foram debatidos assuntos referentes à homologação de bafômetros, metrologia, calibragem dos equipamentos e a influência que eles possuem na regulamentação e fiscalização de trânsito, contribuindo não só para a garantia das autoridades de trânsito que fazem a efetivação das operações, como também para os usuários e motoristas que são abordados.

Na ocasião, o diretor do Denatran, Francisco Garonce, elogiou as operações que visam coibir a mistura de álcool e direção e ressaltou a importância da utilização de novas tecnologias e o constante avanço na produção de etilômetros cada vez mais eficientes testados por órgãos responsáveis como o INMETRO.

“Essas tecnologias que apoiam e amparam essas ações embasadas por lei sofrem mudanças. Esses instrumentos se deterioram e existem novas tecnologias que surgem para substituir as anteriores e nós não podemos ficar para trás”, alertou o diretor do Denatran.

O coordenador da operação Lei Seca Alagoas, tenente Emanuel Costa, apresentou a criação da comissão dos coordenadores das operações Lei Seca do país, destacando o principal propósito do grupo que busca todos os dias tornar o trânsito mais seguro, salvar vidas e tirar de circulação condutores que dirigem sob a influência de álcool podendo cometer tragédias.

“A audiência foi bastante proveitosa e é uma alegria imensa representar Alagoas em um evento tão importante. Tive a oportunidade de apresentar como a operação funciona em nosso Estado e mostrar as ações educativas como o “Amigo da Vez”. É fundamental a nossa presença em eventos como esse, pois estamos trocando experiências com outros estados que lutam pelo mesmo propósito, que é o de salvar vidas”, destacou o coordenador.

A reunião também foi marcada pela apresentação do cenário atual de mortes no trânsito ocasionadas por alcoolemia, além demonstração de novos aparelhos que aperfeiçoam as fiscalizações contribuindo com a segurança e eficiência das ações na luta pela redução no índice de acidentes de trânsito em todo Brasil.

Uma segunda mesa de debates foi formada, composta por integrantes de empresas que fabricam etilômetros, que explanaram sobre a importância dos equipamentos mostrando os mais variados tipos que são adequados para as necessidades exigidas pelos órgãos de fiscalização oferecendo mais segurança nas operações.

Ascom – 16/08/2017

(Visited 6 times, 1 visits today)