Alagoano é um dos moradores de rua que morreram após suposto envenenamento em São Paulo

Quatro moradores de ruas foram encontrados mortos no último sábado (16), no Centro de Barueri, no interior de São Paulo. A suspeita é que eles tenham ingerido uma bebida envenenada. Entre as vítimas está um alagoano, identificado como Luiz Pereira da Silva, de 49 anos.

Luiz era natural do município de Palmeira dos Índios, no Agreste de Alagoas, e se mudou para SP à procura de um emprego ainda na década de 90. Segundo informações de parentes, ele sofria de alcoolismo e começou a viver nas ruas depois de sofrer com sua separação.

O incidente ainda deixou outras três pessoas feridas, dois homens com idades de 31 e 38 anos, e uma mulher de 54 anos. Um deles contou que na última sexta-feira (15), passou na Cracolândia, na região central da capital paulista, e enquanto pedia dinheiro em um semáforo, um desconhecido ofereceu uma garrafa supostamente com bebida alcoólica.

O homem disse que pegou a garrafa, guardou em sua mochila e foi para Barueri. Ele teria compartilhado a bebida com as outras vítimas, que passaram mal na rua Duque de Caxias, na região central da cidade. A Polícia Civil apreendeu a garrafa e solicitou uma perícia técnica do conteúdo.

A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo afirmou que o caso foi registrado como morte suspeita na Delegacia de Barueri, responsável pelas investigações.

Enterros

O corpo de Edson Sampaio da Silva será enterrado às 10h30 em Barueri. Os colegas Denis da Silva e Luiz Pereira da Silva serão enterrados às 13h em Barueri e às 17h em Osasco, respectivamente.

Já o corpo de Marlon Alves Gonçalves está no Instituto Médico Legal (IML) aguardando liberação.

18/11/2019

(Visited 1 times, 1 visits today)